quarta-feira, 6 de fevereiro de 2013

A fé no Eterno Deus - Comunidade Caraita no ES/BRASIL

 Congregação judaica Caraíta no ES



Grupo de Judeus Caraitas reunidos em SP
Forma-se a Congregação Judaica Caraíta no Estado do Espirito Santo. Ao povo CARAITA (do hebraico "qaraim ou bnei mikra", são "Seguidores das Escrituras", designa uma das ramificações do judaísmo e que  defendem unicamente a autoridade das Escrituras Hebraicas como fonte de Revelação Divina. De acordo com o Representante da comunidade judaica Caraíta, Rabino Youssef Zaitune Halevi o objetivo principal da congregação é resgatar as raízes judaicas dos cristãos novos que na época do Brasil colonial foram forçados a se tornarem cristão novos.
 

A esuerda o Rabino Youssef Zaitune e ao Lado Rabino Shlomo Halevi
“A congregação conta com algumas famílias na expectativa de seguir esse movimento que é exclusivamente ligado a bíblia hebraica, vale ressaltar que não seguimos as tradições do Talmude e nem da Mishná - livros onde regras as leis da comunidade judaica moderna da Europa. Aqueles que se interessarem podem nos procurar, além de seguir a religião, vamos ministrar cursos do idioma hebreu, ensinar a cultura semita, danças culturais, dentre outros. Esses cursos serão ministrados em São Paulo com duração de 1 ano”, esclarece.

O Caraísmo é uma religião abraâmica que defende a crença única e absoluta em Deus e que sua revelação única foi dada através de Moisés na Torá (que não admite adições ou subtrações) baseado nas profecias da Tanakh. Eles confiam na Providência divina e esperam a vinda do Messias e a Ressurreição dos Mortos. Seguem um calendário baseado no Abib e com início de mês na lua nova visível. “Vale lembrar que na America do Sul essa será a 1º comunidade judaica caraíta das Américas partindo de São Paulo, Nordeste e Sudeste, onde já temos uma comunidade instalada em Governador Valadares/Minas Gerais. Isso é muito importante, pois a religião já existe desde o século VIII a.c e agora se renovou” afirma:  Youssef Zaitune.
Adicionar legenda

Segundo Rabino Youssef Zaitune, o crescimento da religião judaica caraíta no Brasil está cada vez mais firme. “Em pouco tempo em São Paulo, onde participam pessoas de todas as áreas, como advogados, engenheiros, faxineiros, professores, ajudantes, mecânicos, médicos, militares. Já temos 140 pessoas seguindo esse movimento e a expectativa é grande porque o caraísmo não ensina somente a religião, ela tem uma visão de expandir na área social, educação, cultura, entre outros”.

Com relação aos desentendimentos mundiais no meio das religiões, o Rabino  Youssef Zaitune fez a seguinte avaliação. “Toda religião que faz o bem e transmite a felicidade sempre está voltada para a família. Nós associamos a sociedade através da paz, sabendo respeitar a cada cresça e dividir os limites de cada um. Podemos ser amigos e conversar sem ferir aos outros, queremos unir todas as classes”, almeja.

No que diz respeito à religião caraíta com relação ao preconceito por parte da população, o Youssef afirmou que já foram atacados com palavras descriminatórias. “Já fomos atacados com palavras, mas graças a Deus não houve agressão física. A questão agora é ter cuidados, tratar com sabedoria, saber respeitar as pessoas e fugir de uma aparência que venha nos causar um problema maior junto a nossa sociedade caraíta e as pessoas que estão ao nosso lado”.

Atualmente a religião encontra resistência no Brasil, devido à ideologia da própria mídia. “Por não conhecerem o assunto, a imprensa classifica os judeus como grupos terroristas, mas a recuperação de um povo ético vai muito do esforço e da luta. Na 2ª Guerra se o Japão não se esforçasse não existiriam um Japão como existe hoje e sem dúvida tecnologicamente avançado. A nossa expectativa é de sermos uma nação forte em beneficio de toda humanidade”.

Os Caraítas sustentam que cada ser humano tem a obrigação de estudar as Escrituras Hebraicas e determinar por si mesmo o significado correto dos mandamentos do Onipotente baseando-se em seu próprio raciocínio e entendimento. “O que mantém os caraítas unidos é nosso apego comum às Escrituras Hebraicas e o desejo de viver de acordo á pura e inalterada instrução do Criador do universo”, disse Rabino. Por outro lado, o membro caraíta Aharon Ben Xossef, disse que com a instalação da congregação espera progresso da comunidade. “Que venha assistir Petrolina e Juazeiro e que a famílias participem e conheçam a nossa cultura. Muitas comunidades que existem aqui na região têm um pouco de conhecimento sobre a nossa cultura”.

No Estado do Espirito Santo, assim como em São Paulo e também no Estado de Pernambuco, os grupos florescem. No ES tem à frente o Rabino Shlomo Ralevi, que empenhado no desenvolvimento e no crescimento da Comunidade Caraita, faz germinar grupos de familias em Cariacia, Serra, Vitória, Colatina e Minas Gerais em Governador Valares., trabalho este que esta sendo desenvolvido pelo Rabino Sholomo Ralevi com muita propriedade na questão da organização.

Nenhum comentário:

Postar um comentário